Um presente para você!

Você já se presenteou hoje?

Se não, ou se quer ser presenteado mais uma vez, envio esse vídeo especialmente para você.

Tive o prazer e a oportunidade de assistí-lo em uma das aulas da minha Formação em Programação Neurolinguística. Emocionei-me muito, pois ele mexeu com crenças, comportamentos e valores de vida.

Listei ações e mudanças de pensamentos que precisavam ser alterados em mim mesma a fim de me tornar um SER Humano melhor. Afinal, quem não quer se superar para ser ainda mais feliz?

Meu primeiro passo foi conceder-me o perdão. Isso libertou minha alma.

E você? Qual será o primeiro passo a ser dado para melhorar sua vida?

Armadilhas da Mente

Você já leu o livro “Inteligência Multifocal”, de Augusto Cury? É um livro de Ciência Aplicada. Se não leu, aproveite esse resumo, onde levarei você a determinadas reflexões e propostas que o autor nos faz. É um livro conciso e objetivo, valendo a pena o lerem por completo. Tenho certeza que algumas crenças limitantes se dissiparão em você e valores serão reforçados e/ou renovados.

Vamos lá?

Você sabia que nossa memória é seletiva? Ou seja, ela abre e fecha dependendo das emoções que vivenciamos. Se são emoções positivas, a memória se abre nos trazendo sensações, pensamentos coerentes e vivências positivas, criatividade, nos impulsionando à vida. No caso de emoções negativas, a memória se fecha, travando nossas ações, criando pensamentos repetitivos (idéias fixas), congestionando a mente (Síndrome do Pensamento Acelerado), fobias, medos, respostas agressivas, irracionais, baixa autoestima e acabamos por adoecer. E como “remediar”? Utilizando-se de uma visão Multifocal (vários ângulos) da sua realidade, através dos Códigos de Inteligência.

Um dos Códigos é a consciência de que nosso EU pode e deve ser o Gestor psíquico e administrador do nosso intelecto (o Líder da psique): você vai guiar seu próprio carro, programando seu próprio destino ou permanecerá no banco de passageiro (espectador passivo), sem ao menos saber para onde está indo? Você será um mero espectador sentado na plateia de sua mente, ou será um ágil ator?

Os Códigos da Inteligência são as habilidades e características que adquirimos conforme a experiência e maturidade de cada um. Ou seja: 1) a capacidade de se colocar no lugar do outro; 2) o da proteção da emoção, 3) a filtragem de estímulos estressantes, 4) o autocontrole, 5) o altruísmo, 6) a tolerância, 7) a inclusão, 8) a solidariedade, 9)a serenidade, 10) a coerência, 11) a ousadia, 12) a autocrítica,13) a criatividade.

Esses códigos transcendem a qualquer cultura, religião, classe e sexualidade humana.

Perguntas: você usa protetor solar e/ou óculos escuros para se proteger dos raios ultravioletas? E para proteger suas emoções e filtrar os lixos psíquicos a que somos impostos diariamente? Que tipo de proteção você usa?

Proposta: Torne-se Líder de sua Psique. Veja seus obstáculos por ângulos diferentes. Confronte, discorde e recicle seus pensamentos pessimistas. Lembre-se: toda a emoção advém do pensamento e este cria a sua realidade.

Tudo o que pensamos é fruto de um complexo sistema de interpretação. O processamento e armazenamento de cada estímulo que nosso cérebro recebe depende de diversas variáveis: emocional (como estamos), histórica (o que somos), social (onde estamos) e genética (nosso DNA). Ou seja, nossos pensamentos não são uma verdade pura, absoluta e concreta, mas são interpretativos. Dessa forma, ao nos tornarmos gestores/líderes de nossa psique temos o poder fantástico de mudar a interpretação que damos aos estímulos. Resultado: mudamos nossa realidade.

Gerenciar e liderar a própria mente requer muito exercício, muito treinamento, requer mudanças. E são estas que o tornarão mais humano – mais resiliente, maleável, solidário, sensível, compassivo, paciente.

Precisamos treinar, diariamente, dando um choque de lucidez na nossa capacidade de interpretar a vida e seus eventos. Precisamos impedir que os nossos buracos negros (armadilhas mentais), suguem toda nossa humanidade. Assim, deixe o conformismo e o coitadismo de lado e seja autor da sua própria história: olhe para a chuva e veja a oportunidade de cultivar. Assuma mais riscos, seja parceiro do entusiasmo e transforme suas derrotas em garras. Elimine as desculpas e use todo seu potencial em seu favor. Não apenas deseje essa mudança, mas a ambicione (lute incansavelmente até conseguir).

Não tenha medo de reconhecer os erros, pois é a partir da consciência deles que parte-se para a mudança. Assuma suas falhas e busque incansavelmente superá-las.

E, por fim, livre-se da última armadilha: o medo de correr riscos. Lembre-se: a nossa existência já é, por si mesma, um contrato de risco.

Livro maravilhoso, concorda?

Agora eu te pergunto:

Qual será o primeiro passo que você dará para ser líder de sua mente?

Contrate um Coach para te auxiliar nessa travessia. Ao final do processo, com certeza, terá adquirido muito mais  autoconhecimento e aprendido a se superar.